Tribunal Regional do Trabalho da 7ª Região

  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
  • Mudar contraste
  • Acessível por Libras

Primeira rodada de audiências realizada pelo Núcleo de Conciliação do Tribunal Regional do Trabalho do Ceará (TRT/CE) em 2017 resultou em R$ 2,7 milhões em acordos. As 43 audiências realizadas na manhã da sexta-feira (10/2) terminaram com 26 processos conciliados. Ao todo foram atendidas 115 pessoas, entre empregados, empregadores e advogados.

b_0_200_16777215_0_0_images_comunicacao_imagens_site_2017_fevereiro_2017_drparente_conciliacao.jpgAs audiências do Núcleo, que são realizadas mensalmente, foram conduzidas pelo desembargador José Antonio Parente. “O movimento pela conciliação na Justiça do Trabalho do Ceará é permanente e estamos sempre abertos a novos pedidos de acordos”, diz o magistrado que é o coordenador das conciliações no TRT/CE. Ele cita o exemplo da Caixa Econômica Federal, que fez acordos em 36 processos nas audiências de sexta-feira.

Cerca 40% dos processos que chegam à Justiça do Trabalho do Ceará são resolvidos por meio de acordos. Em 2016, as 37 varas trabalhistas do Estado receberam 66.850 processos para julgar. Desse montante, 28.606 foram resolvidos por meio de acordos, resultando no pagamento de R$ 195 milhões a trabalhadores.

Resolução de conflitos
O Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos do TRT/CE, ou simplesmente Núcleo de Conciliação, foi criado para ampliar a oferta de meios consensuais de solução de conflitos, em especial a possibilidade de acordos. Entre as suas atribuições também está organização das Semanas de Conciliação promovidas pelo Conselho Superior da Justiça do Trabalho e pelo Conselho Nacional de Justiça.