Tribunal Regional do Trabalho da 7ª Região

  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
  • Mudar contraste
  • Acessível por Libras

O Tribunal Regional do Trabalho do Ceará e suas 37 varas do trabalho já estão recebendo pedidos de audiência para a Semana Nacional da Conciliação Trabalhista, que acontece de 21 a 25 de maio. Durante o mutirão, empregados e empregadores com processos na Justiça do Trabalho terão mais uma oportunidade para resolver suas pendências.

Para receber os pedidos de audiências, a Justiça do Trabalho do Ceará coloca à disposição de advogados, empregados e empregadores o WhatsApp 98818-9393. Também é possível agendar por meio de formulário disponível no site do TRT/CE ou pessoalmente nas unidades da Justiça do Trabalho, em todo o Estado. O pedido será analisado e, caso seja possível incluí-lo na pauta de processos das varas ou do Tribunal, as partes serão notificadas para comparecerem à audiência.

A Semana Nacional da Conciliação Trabalhista é coordenada em todo o País pelo Conselho Superior da Justiça do Trabalho. É a quarta vez que o evento é realizado. O objetivo é solucionar o maior número possível de processos por meio de acordos.

Centro de Conciliação
Qualquer empresa pode optar pela conciliação. Para isso, basta procurar a unidade onde o processo está tramitando ou entrar em contato com o Centro de Conciliação do TRT/CE (Cejusc-JT). Foi o que fizeram a Caixa Econômica Federal, o Banco do Brasil e os grupos Votorantim e Vicunha. Essas instituições e empresas foram responsáveis por colocar em pauta mais de 300 processos no Cejus-JT, para a Semana de Conciliação. Durante o mutirão, o Centro de Conciliação vai realizar audiências no Fórum Autran Nunes (3º andar do Ed. Des. Manoel Arízio de Castro – Av. Duque de Caxias, 1150, Centro de Fortaleza).

Resultados
A Justiça do Trabalho cearense totalizou R$ 25,8 milhões em acordos durante a Semana Nacional da Conciliação Trabalhista realizada em maio de 2017. Ao todo, foram atendidas cerca de sete mil pessoas e homologados 936 acordos nas 37 varas do trabalho do Estado e no Tribunal.