Tribunal Regional do Trabalho da 7ª Região

  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
  • Mudar contraste
  • Acessível por Libras

As partes e advogados estavam na Vara do Trabalho de Quixadá acompanhando a juíza por videoconferência
As partes e advogados estavam na Vara do Trabalho de Quixadá acompanhando a juíza por videoconferência

Uma audiência por videoconferência foi realizada no dia 30 de julho de 2019, na Justiça do Trabalho do Ceará, resultando em acordo entre trabalhadora e empresa do ramo de óticas. A juíza do trabalho Karla Yacy Carlos da Silva conduziu a sessão da Vara do Trabalho de Quixadá estando fisicamente na 16ª Vara do Trabalho de Fortaleza. A transmissão por vídeo foi designada por motivo de celeridade e economia processuais, além de representar redução de gastos para os cofres públicos.

A vendedora, residente em Itatira, município a 181 quilômetros da Capital, insatisfeita com as verbas trabalhistas que recebeu em sua demissão, deu entrada em 2018 numa ação trabalhista na Vara do Trabalho de Quixadá.

O juiz titular da unidade de Quixadá havia declarado sua suspeição. Diante disto, uma magistrada substituta foi designada para atuar no processo. 

No dia marcado para ocorrer a audiência, as partes e advogados compareceram ao Fórum, já notificados anteriormente que a sessão ocorreria através de videoconferência. A estrutura de suporte de equipamento e material resultou de uma parceria entre a 16ª Vara do Trabalho de Fortaleza e a Vara do Trabalho de Quixadá, viabilizando a transmissão, além do apoio técnico da Secretaria de Tecnologia da Informação do TRT/CE.

Do outro lado do vídeo, a juíza do trabalho Karla Yacy Carlos da Silva presidiu os trabalhos do gabinete da 16ª Vara de Fortaleza, acompanhando a confecção da ata, fazendo correções e até digitando ao mesmo tempo que a secretaria da Vara do Trabalho de Quixadá, pois redigiam através de um documento compartilhado, via internet.

Conciliação

A audiência finalizou com a realização de um acordo entre a autora e a empresa no valor de R$ 4 mil, a serem pagos em seis parcelas.

Processo relacionado: 0000580-17.2018.5.07.0022